pintor -Vicente Romero
Sim eu chorei. Eu sofri. Eu deixei que você me doesse até o fim. Eu me permiti sentir o luto desse amor que deixou de ser. Que virou saudade. Que virou alguma coisa. Algum sentimento. Mas fiz isso por mim. Para o meu bem. Pra deixar você ir. E me esvaziar. Dentro. Até não sobrar mais. Até não faltar mais a falta que você fez em mim. A falta que a tua falta fez.
Bibiana Benites

7 comentários:

  1. Quando o amor deixa de ser e vira saudade,dói muito!
    Uma linda sexta-feira.
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  2. Gostei do poema!
    Imaginei que se trata de alguém que se foi desse mundo. E isso fala de algo que já passei quando fiquei viúva e ano passado quando tive um aborto. É a sensação de vazio.
    Obrigada por sua visita ao blog Andias Arte e Amor, e realmente tem muita gente que diz que tem dó de colocar os tapetes floridos no chão..rsrsr...
    abraços

    ResponderExcluir
  3. Hola Arlete usted es una romántica . Lindo poema

    ResponderExcluir
  4. Procure um lugar próximo à janela
    desfrute cada uma das paisagens
    que o tempo lhe oferecer,
    com o prazer de quem realiza a primeira viagem.
    Não se assuste com os abismos,
    nem com as curvas que não lhe
    deixam ver os caminhos que estão por vir.
    Procure curtir a viagem da vida,
    observando cada arbusto, cada riacho,
    beirais de estrada e
    tons mutantes de paisagem.
    Preste atenção em cada ponto de parada,
    e fique atento ao apito da partida.
    E quando decidir descer na estação
    onde a esperança lhe acenou,
    não hesite.
    Desembarque nela os seus sonhos.
    De aquele abraço apertado nesse Dia Dos Pais ,
    Que espera você na última estação .
    Caso seu pai não esteja a sua espera
    muitos pais estão a espera dos filhos.
    De aquele abraço com um largo sorriso
    o importante é saber , que nesse Domingo
    esteja feliz seja como filha , filho
    ou pai.
    Um abraço e um beijo carinhoso.
    Que seja eterna nossa amizade.
    Caso gostar na postagem
    deixei um mimo para você.
    No Domingo Realizarei o sorteio do livro.
    A venda também na Rede Ponto Frio.
    Para presentear seu Pai.
    Me prometa ser Feliz .
    Evanir S Garcia.

    ResponderExcluir
  5. Olá Arlete, boa tarde minha querida! A despedida e a saudade são coisas realmente muito doloridas, principalmente quando existe ainda algum sentimento, mas o tempo é Senhor de todas as curas.
    Beijos com meu carinho e tenha um doce final de semana.
    Marilene

    ResponderExcluir
  6. Arlete,

    Esse lindo poema lembrou uma famosa tela que vi pessoalmente na cidade de Itu/SP e depois na cidade de São Paulo, na Pinacoteca do Estado.
    Traz muita saudade...

    ótimo finde!

    Bjksss

    ResponderExcluir